ASAE fecha refeitórios de hospitais por falta d...

ASAE fecha refeitórios de hospitais por falta de higiene

ASAE fecha refeitórios de hospitais por falta de higiene

Durante o mês de setembro, a Autoridade de Segurança Alimentar (ASAE) realizou uma mega fiscalização a refeitórios de hospitais e unidades de saúde na Grande Lisboa. Ao todo, conta o i, foram detetadas 45 infrações que levaram à suspensão e fecho de cozinhas e locais de armazenamento de comida em Lisboa, Carnaxide e Cascais. Em causa, esclarece o regulador, está a falta de condições de higiene.

Uma mega operação levada a cabo pela ASAE feita em hospitais e unidades de saúde na Grande Lisboa, durante o mês de setembro, resultou na apreensão de 33 quilos de carne e derivados, 22 quilos de alimentos pré-cozinhados e quatro máquinas de venda automática, num total de 17.700 euros.

Segundo o jornal i, esta fiscalização do regulador a 155 operadores económicos levou ainda ao encerramento e suspensão de atividade de cozinha e armazenamento de alimentos em unidades de Lisboa, Cascais e Carnaxide.

Sem especificar o nome dos estabelecimentos em causa, a ASAE deixa claro que em todos foram detetadas falhas de higiene.

Em Lisboa, foi suspensa a atividade de um refeitório hospitalar, não só pela falta de higiene, como também pela existência de pragas. Em Carnaxide, um refeitório de pessoal e uma cozinha hospitalar foram encerrados. Já em Cascais, a mega fiscalização levou à suspensão da atividade de cozinha e armazém de uma unidade de saúde não revelada.

Ao todo, destaca o mesmo jornal, foram detetadas 45 infrações de natureza contraordenacional, em grande parte devido ao incumprimento dos requisitos gerais e específicos de higiene previstos nos regulamentos impostos pela Comissão Europeia.